Uma carta da Marina de 21 anos

Já faz um tempo que eu vi uma blogagem coletiva do pessoal do Rotaroots onde eles escreviam uma carta para o seu eu de 10 anos atrás. Isso me lembrou do email que eu recebi no dia 1º de janeiro de 2013: Uma carta do meu eu de 21 anos, em 30 de maio de 2011! Parece coisa de filme americano, onde as crianças colocam uma caixa de sapatos cheia de lembranças em algum buraco no quintal, né? É mais ou menos isso…

De boa na lagoa curtindo a cama da mamãe

As cartas dessa época são impublicáveis de tão vergonhosas 😛

É engraçado ver como algumas coisas continuam exatamente iguais. Eu não sei direito o que eu quero da minha vida , continuo namorando (na época eu estava prestes a completar 4 anos e 5 meses de namoro, hoje vou pros 7 anos e meio!), continuo… bem, gorda #fail, não consegui deixar meu cabelo crescer… Em contrapartida, as coisas que mudaram estão muito diferentes! Naquela época, recém saída da faculdade de engenharia, eu odiava com cada célula do meu corpo aquela profissão. Foi uma época meio que de derrota, sabe? Morei por um ano na casa dos meus pais, fazia um cursinho pra concurso público que eu detestava, pensava em fazer faculdade de direito só pra passar em concurso… Eu definitivamente não estava feliz.

Outra coisa que mudou muito foram as amizades! Sinto um alívio enorme de perceber que todas elas mudaram por puro afastamento e não por brigas. Amizades vem e vão, mas mesmo longe, tenho certeza das que são verdadeiras (só falta correr um pouco atrás pra não ter o estranhamento da volta).  Aliás, junto com as amizades que se afastaram, eu parei de jogar pump!  Meu condicionamento físico chora com isso, mas infelizmente ficou muito caro pra jogar, e era na pump que eu via a maior parte das pessoas do meu convívio 😦

Lendo esse email, eu percebi que eu cresci muito, corri atrás do que eu queria e estou muito mais feliz agora 🙂 Tenho 24 anos, não fiz tudo o que eu queria da vida, acabei de aprender a dirigir, não faço ideia de como jogar truco, não trabalho e tenho muito o que aprender ainda! Em alguns momentos da vida você acha que nada dá certo, mas quando você olha pra trás é que percebe o quanto cresceu, seja no pessoal ou no profissional. Obrigada por mandar esse email pra mim, Marina do passado! ❤

PS: Preciso dizer que morri de rir com a última pergunta que eu fiz no email: “Será que eu comprei roupas novas? :S

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s